O QUE É CAPELANIA EVANGÉLICA? ELA DIFERE DAS DEMAIS? 

CAPELANIA:

                   Capelania é um projeto (departamento) assistencial religioso prestado por um ministro religioso o Capelão (a). A Capelania evangélica é fundamentada na Palavra de Deus: a  Bíblia.

                   CAPELANIA é levar a fé, a esperança e o amor (I Co 13:13), é aperfeiçoar sua fé com as obras (Tg 2:22), é ser ovelha de Jesus (Mt 25:33,36), enfim, é uma prática Bíblica.

                   CAPELANIA é ter a convicção de que fomos chamados para esta maravilhosa obra; no meu entendimento, eu diria que fomos privilegiados por Deus; sendo escolhidos para exercer tão honroso Ministério, podendo levar ao nosso próximo um pouco mais de apoio, carinho, assistência  social, espiritual, intercessões nas orações e, a ministração da poderosa Palavra de Deus. Levando libertação e cura aos enfermos, de acordo com o IDE de Nosso Senhor Jesus Cristo, (MC 16:15-20; MT: 10:1,7,8). Foi o apóstolo Paulo um observador e procurou cumprir também esta abençoada tarefa no seu ministério. (AT 20:35). Vale a pena observar que Jesus Cristo, delegou esta e até mesmo muitas outras obras, ainda maiores à sua igreja, aos verdadeiros Cristãos. Conforme ELE mesmo disse: JO 14:12. Enfim é ter certeza de que a                    CAPELANIA: é levar ao mundo o tão grande amor de DEUS. (JO 3:16)

Como igreja do Senhor Jesus sabe que somos os seus legítimos representantes.

 (AT 1:8.). Porque Jesus é o capelão dos capelães, e ELE nos envia.

                   Como igreja do Senhor, temos o poder dado por ELE para fazer a sua obra. (MT 10:1,5,8).

O QUE É UM CAPELÃO(A) E O SEU PAPEL?

                   Já o Capelão(a) que possui destreza em manifestar o evangelho, tem como função primordial completar o atendimento dispensado à pessoa; o capelão pode incutir nos familiares o senso de tranqüilidade e confiança, preparando psicologicamente, para as adversidades que se prosseguirá. Esses familiares necessitam de amizade, compreensão e amor, eles esperam encontrar tudo isso no capelão que é um ministro religioso.

                   É assegurada legalmente, a assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva. Com objetivo de dar assistência religiosa, sendo tutelado na Constituição Federal em vigor tal direito se baseia no serviço de Capelania, que poderão exercer dentro do mesmo lugar.LEIS, 6.923-7.210-8.069-ART.5* Inc. VII, da Constituição Brasileira de 1988,

E ainda Lei- 9.982 de 14 de Julho de 2.000-CAPELANIA EVANGÉLICA É VISÃO BÍBLICA!

Como se vê o Ministério da Capelania é respaldado Jurídicamente e, Tutelado pela nossa Constituição Brasileira de 1988. Por isso é necessário que o visitador seja bem praparado para o exercício da visitação.

É um Ministério Eclesiástico, mas o visitador precisa tambem de uma preparação através de curso  que oportuniza a pessoa se aprimorar no conhecimento deste Ministério da visitação, tornando assim uma benção. 

ENFIM CAPELANIA EVANGÉLICA É VISÃO BÍBLICA (MT. 25:31-46).

QUALIDADES INDISPENSAVEIS   DOS CAPELÃES:

             a) Ser temente a Deus: b)ser humilde; c)ser obediente a Deus e a sua Palavra; d)ser submisso e obediente ao seu pastor; e)ser fiel a Deus;  e ao seu ministério; f)ser serviçal,;g) ser amigo; h) ser companheiro.Sem estas qualidades com certeza não terá a aprovação de Deus no ministério.

 Como deve ser as ações dentro do Ministério da Capelania nas visitações?

I – Com muita ética simplicidade dedicação na oração, e aplicação da Palavra de Deus.

II – Ser paciente com as pessoas, saber ouvir atentamente, sem questionamento.

III – Ser prudente e não provocar discussões religiosas, nem interferir na religião do próximo.

IV – Ser dedicado à oração e a leitura da palavra de Deus, ser calmo paciente e atencioso.

V-    O Capelão ao levar assistência espiritual as pessoas; deverá proporcionar primeiramente a segurança total ao visitado.

SISTEMA PARA DESENVOLVER CAPELANIA

A fé unicamente poderosa auxilia na travessia dos angustiados nos momentos de opressão e sofrimento. O conforto espiritual, dando ânimo e esperança, independente de crença ou religião, auxiliando na mantença do equilíbrio emocional, tão importante nesses momentos mais delicados da vida de todo homem, como vem sendo comprovado pela ciência, que já encara estas pessoas como um ser totalmente,  numa abordagem holística.

  Com o fito de atender pessoas que necessitem em situações extraordinárias. Não há proposta de conversão, doutrinação ou de cruzada evangelista em benéfice de uma religião. Relatando o amparo fraternal, de converter gradualmente e positivamente, da consolação do sofrimento do semelhante. Tal missão deve sempre ser conduzida de forma racional.

Perante os resultados positivos já obtidos, por que não estender o serviço a todos, oferecendo a um número grande de pessoas o socorro espiritual e fraternal em situações delicadas?

CAPELÃO:

                   Capelão é um ministro religioso, autorizado a prestar assistência religiosa e a realizar cultos religiosos em comunidades religiosas, conventos, colégios, universidades, hospitais, presídios, corporações militares e outras organizações. Ao longo da história, muitas cortes e famílias nobres tinham também o seu capelão.

                   É assegurada legalmente, a assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva. Com objetivo de dar assistência religiosa, sendo tutelado na Constituição Federal em vigor tal direito se baseia no serviço de Capelania, que poderão exercer dentro do mesmo lugar.LEIS, 6.923-7.210-8.069-ART.5* Inc. VII, da Constituição Brasileira de 1988,

E ainda Lei- 9.982 de 14 de Julho de 2.000-CAPELANIA EVANGÉLICA É VISÃO BÍBLICA!

                   A Capelania legalmente constitui-se de  representantes capelães treinados formados para seu trabalho, usando o bom senso: os trajes, ( vestimentas) “jaleco ou circulante” tratamento e formação acadêmica, e principalmente espiritual. Devem serem respeitadas as normas de cada instituição. Mesmo sendo assegurado o direito de entrar e sair a qualquer hora; assim levando o conforto e apresentando  o plano de salvação aos necessitados.

                   É ministério de evangelização e consolo, que visa atendimento aos homens que sofrem, levando o conforto em hora de aflição e transmite ensinos bíblicos de que cada pessoa necessita. (MC. 16:15).  Conclusão: Capelania Evangélica é fundamentada na Bíblia.

   Vários trabalhos e estudos nos últimos anos nos dão notícia da grande benéfice na recuperação de doentes e necessitados a uma assistência espiritual.Com significativo muito especial Psicologicamente.

CAPELANIA INFANTIL

“ Se Jesus é Deus e morreu por mim, nenhum sacrifício é demasiadamente grande para eu fazer por Ele”

(C.T. Studd)

 

O que é Capelania?

 

Capela deriva-se do latim expelia, uma capa. Esse termo foi inicialmente aplicado ao lugar onde São Martinho guardava sua capa. Veio então a significar um pequeno trecho, uma ala subordinada ao edifício principal, embora contendo o seu próprio altar (que vide), Mas também dava a entender um lugar onde se efetuava adoração particular, á parte da capela organizada. Assim, os lugares de adoração existentes em lares, escolas e outros lugares foram da capela recebem esse nome. Em algumas traduções da Bíblia, a palavra capela aparece em Amos 7.13 para indicar o santuário de Jeroboão em Betei.

 Foi ali que aquele monarca estabeleceu o seu culto real ao bezerro de ouro, que veio a tornar-se um culto rival daquele efetuado no templo de Jerusalém (I Reis 12.25-33). Amazias tornou-se o sacerdote desse santuário (Amós 7:10-17)

Nos hospitais que contam com este ministério são melhor conceituados por terem visão holística, renovando a esperança  e a força para lutar e trazendo novo desejo de vida aos pacientes hospitalizados ou em tratamento ambulatorial.  Em muitos casos, a Capelania ajuda a preparar o paciente terminal e sua família  para enfrentar a morte próxima, trazendo-lhes consolo e esperança da vida eterna.Pesquisas científicas têm sido publicadas reafirmando o impacto da fé sobre a saúde física e mental de pessoas que têm uma fé intrínsica e demonstram frequência a uma comunidade religiosa. Nestas pesquisas torna-se evidente que o grupo dos cristãos ocupa o centro das respostas favoráveis, o que nos faz lembrar que muito além da “fé na fé”, estas pessoas têm em Cristo a resposta para suas vidas, sendo ajudados e sustentados por Ele em todos os momentos

 

Capelania não é:

 

  1. Ativismos religioso
  2. Ocupação de tempo
  3. Fuga de atividades rotineiras
  4. Uma forma de fazer o bem para “ganhar o céu”
  5. Simples busca de realização pessoal
  6. Busca de fiéis
  7. Desempenhar papel para fazer relatórios
  8. Fazer o bem com motivação de reconhecimento público
  9. Praticar boas obrar por tradição familiar ou religiosa
  10. Ostentar certificado ou “carteirinha”

 

Capelania é:

  1. Acessoria espiritual sem priorizar placa de igreja
  2. Apoio espiritual e psicológico
  3. Encorajar pessoas em situação de conflitos e dúvidas
  4. Aconselhamento Bíblico
  5. Ministrar sobre todos os atributos de Deus
  6. Tentar “amenizar” a dor, encorajar a lutar
  7. Ouvir
  8. Demonstração de Ajuda do Alto
  9. Praticar o amor de Deus
  10. Auxiliar pessoas a receberem amor e perdão incondicional de Deus

 

Lei sobre Capelania nos Hospitais RJ

LEI Nº 4.622, DE 18 DE OUTUBRO DE 2005 
 

Autoriza o Poder Executivo a criar o Serviço Voluntário de Capelania hospitalar no Estado do Rio de Janeiro.

A Governadora do Estado do Rio de Janeiro,
Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:


 

Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a criar, nos hospitais públicos do Estado do Rio de Janeiro, o serviço voluntário de Capelania Hospitalar, com vistas ao atendimento espiritual fraterno dos pacientes internados e seus familiares.

Art. 2º - O Serviço de Capelania Hospitalar ficará subordinado à Direção do Hospital, cabendo ao Diretor aceitar ou não as indicações que se façam.

Art. 3º - O serviço voluntário será exercido mediante a celebração de termo de adesão assinado entre a entidade hospitalar e o prestador de serviço voluntário.

Art. 4º - O Serviço de Capelania Hospitalar deverá ser orientado por um Capelão voluntário, preferencialmente, formado em Teologia.

§ 1º - Na impossibilidade de se atender ao disposto no caput deste artigo, poderá o serviço ser coordenado por um leigo que apresente iguais condições para tal.

§ 2º - O serviço não poderá, em hipótese alguma, estar vinculado a nenhuma religião específica, devendo aceitar representantes dos diferentes credos existentes no país, respeitando o que preceitua o artigo 5º, incisos VI e VII da Constituição Federal.

Art. 5º
- Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, estando revogadas as disposições em contrário.

 

O que é capelania Infantil?

 

A Capelania Infantil é um trabalho voluntário ministerial de atendimento espiritual, psicológico e emocional ao pequenino.

 

A missão da Capelania Infantil:

 

Atuar com crianças através de voluntários capacitados que levam amor, conforto, respeito e esperança ás crianças e aos familiares, vivendo a fé cristã através do atendimento espiritual, emocional, social, recreativo e educacional, sem distinção de credo, raça, sexo ou classe social, em busca contínua da excelência no ensino e no ministério de consolo e esperança eternos.

Temos então a missão de levar a paz e a alegria do Espirito Santo a todos os lugares e a todos pequeninos.

 

 

Por que fazer capelania infantil ?

 

  • É nosso dever viver e falar do evangelho. (Marcos 16:15).
  • Porque estão em Perigo (Mateus 18:14)
  • Jesus disse:Deixai vir a mim os pequeninos ".
  • (Marcos 10:14)
  • Porque é uma ordem dada por Jesus (João 21:15/Marcos 10:14/ Provérbios 22:6)
  • Porque Jesus se importa com as crianças e as valoriza
  • (Mt. 21.16, 11.25/ Mc 9:36)
  • È nosso dever ajudar o próximo

 Trabalho   de Capelania com as Crianças

 

  • Amor e Atitude
  • Esperança
  • Investimento
  • Oração
  • Urgência

Necessidades das Crianças

  • Amor
  • Atenção
  • Carinho
  • Ação
  • Oração
  • Aceitação
  • Palavra de Apoio

O papel do Capelão de Crianças

A tarefa do capelão infantil não é tão simples como se imagina. É um trabalho complexo que não se baseia apenas em ações, mas necessita de uma orientação clara, motivação definitiva, atitude positiva, compreensão,visão panorâmica, planejamento e execução cuidadosa.

O capelão deve assistir a criança, levando em consideração a necessidade de cada pequenino na área física, emocional e espiritual. Logo, trabalhamos com toda necessidade da criança e não em partes.

Como Evangelizar Crianças ?

A criança é um alvo perfeito para a evangelização,devido á sua sinceridade e humildade, e não é difícil para ela confessar o seu pecado.

Ela é sensível ao pecado porque não tem o coração duro como a de um adulto, ele está livre de preocupações que dificultam muitas conversões. Além disso, a criança tem muita credibilidade em nós adultos.

Uma criança vai guardar a palavra do Senhor para sempre. Nos Salmos 78,diz que a cura de uma geração vem pelas crianças.

Áreas da Capelania

 

  1. Capelania Hospitalar
  1. Capelania Carcerária
  1. Capelania Esportiva
  1. Capelania Estudantil
  1. Capelania Social

 

 Como deve ser o Capelão de Crianças

 

  • Ter certeza da salvação
  • Dedicado e chamado por Deus
  • Conhecedor da Palavra
  • Ama e compreende as crianças
  • Vive uma vida cristocêntrica
  • Ser servo
  • Dá exemplo em sua vida diária
  • Comunicativo
  • Alegre
  • É responsável, não desanima facilmente
  • Simpático, saber relacionar se com facilidade
  • Reconhecer que a criança também precisa de socorro

Plano da Salvação através da cores

  • 1. Deus me ama
  • 2. Sou pecador
  • 3.Jesus morreu e ressuscitou por mim.
  • 4.Recebo o Senhor
  • 5.Sou salvo

 

A visita hospitalar e o cuidado espiritual oferecem benefícios distintos para os pacientes e seus familiares, o pessoal de cuidado médico profissional, a próprio hospital, e a comunidade dentro os quais reside. Estes benefícios crescentemente são demonstrados através de estudos de pesquisa.

1. Os Benefícios para os pacientes e sua família.

Seis áreas de pesquisa estão resumidas aqui, que descreve os benefícios de atenção à espiritualidade de pacientes e seus familiares.

2. Apoio Espiritual e sua Prática.
Um corpo crescente de pesquisa demonstra os benefícios da saúde relacionados a religião, fé e sua prática.

Um estudo foi publicado com de 42 mortalidades envolvendo aproximadamente 126.000 participantes demonstrou que as pessoas que ajudadas com envolvimentos religiosos freqüentes foram significativamente provado viver mais tempo comparado a pessoas que eram não freqüentemente envolvidas.

Em um estudo de quase 600 pacientes idosos, severamente doentes, hospitalizados, esses buscaram um envolvimento com o amor de Deus, com também apoio de pastores e voluntários, visitantes membros da igreja, estavam menos deprimido e com qualidade de vida melhor, até mesmo depois de saber da severidade da doença deles.

No estudo de 1.600 pacientes de câncer, a contribuição espiritual ao paciente que tinha boa qualidade de vida era semelhante ao seu bem estar físico. Entre pacientes com sintomas significantes como fadiga e dor, esses com vida espiritual atuante é tido com uma qualidade significativamente mais alta de vida.

CONCLUSÃO: Estes e outros estudos demonstram que a fé traz impacto de bem estar prático emocional e físico. Capelães, pastores e voluntários fazem um papel integrante de apoio e fortalecimento destes recursos religiosos e espirituais.

Page 1 of 2

 

01567867

Seu IP: 54.92.190.11
19-09-2018

Visitante On-line

We have 20 guests and no members online

Template Settings

Theme Colors

Blue Red Green Oranges Pink

Layout

Wide Boxed Framed Rounded
Patterns for Layour: Boxed, Framed, Rounded
Top